17 de novembro de 2009

Trilogia da minha Vida (parte 1)



Mamãe, Papai, surpresa, dor, 9 meses...
Susto, incerteza, sentimento, nascimento.
Não foi programado, saiu tudo errado,
Mas como sempre eles deram um jeito.

Nasceu forte, criança de sorte, alegria de Mamãe,
Cresceu descente, um pouco descrente e cheio de convicções.
Sempre honesto, deveras modesto, e muito divertido...
Sempre sorridente, se mostra contente, alegria em forma de gente.

Simplista e educado, mas sabe ser errado,
Quando necessita usar sua ignorancia.
Não se preocupa com o que fala,
Se machuca ou se agrada, só quer sempre ter razão.

Sabes que erras, que nem sempre acertas,
E que os outros sabem lhe dar valor.
Aprendeu desde cedo, a enfrentar os seus medos,
Pois esses por 18 anos o acompanhou.

Quis virar adulto, ser certo e ser culto,
Não esperava a cilada que a vida lhe preparou.
Dando-lhe dor e sensação de fracasso,
Mostrou-lhe fraco, e ele buscou saber onde errou.

Mas a vida ensina, nos mostra a sina e toda sua cara,
Nos faz perder quase tudo, no poço ir ao fundo,
E sempre dando risada e vida que escapa, de certa forma ensina...
Que acreditando é que se resolve, se acerta os ponteiros e se dá a volta por cima...

(Continua...)

2 comentários:

Elzenir disse...

Olá, Carlos, vim retribuir sua visita às minhas releituras...bom saber que vc é feliz consigo mesmo do jeito que vc é.Bjs

Juci Barros disse...

Muito, mas muito bom mesmo o que escreve.
http://compromissocomoacaso.blogspot.com/