23 de agosto de 2010

Hoje eu nem sei o que sei...


Hoje a cama está desarrumada,
O silêncio em minh'alma é profundo,
A tristeza dona de mim e de meu coração

Hoje a dor já não dói de forma tênue,
Suportável como fora em outrora,
A dor de hoje dilacera meu eu...

Hoje estou com pensamentos confusos,
Perturbado por minhas mentiras
Cansado de meus fracassos

Hoje o sorriso me falta,
O cansaço me brinda,
E sua falta é meu fardo mais pesado...

Hoje você me deixou sozinho,
No momento em que te busquei
Querendo de ti apenas consolo e resposta...

Meus "porquês" já não sabem,
Das verdades de minhas loucuras,
Do soluço do choro de meu espirito

Hoje essas lagrimas que me banham a face,
São suas e de mais ninguém...
Inteiramente suas que hoje me fez perder a noção

Falo isso de ti, que me abandonou na noite de ontem,
Ti minha vida, meu tudo, meu nada...
O dom chamado INSPIRAÇÃO...

(Homenagem à aquela que nunca me abandona, o presente maravilhoso que ganhei de DEUS que é a minha inspiração)

2 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Pelo visto ela não te abandonou, pois fostes muito inspirado , nessa declaração.
Grande abraço

Os três disse...

Olá! Realmente inspiradora este poesia! Estou sem ar! Nunca pare de causar esta sensação nas pessoas!! Um grande abraço! Obrigada pela visita e pelos comentários!